Pular para o conteúdo principal

Tempo...

O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções.

Tempo pra curar velhas mágoas...
Tempo para trazer um novo amor...
Tempo para cicatrizar as feridas daquele acidente...
Tempo...

O tempo é o remédio e o veneno pra tudo. Que vai passar, a gente já sabe desde que nasceu, mas a pergunta é: QUANDO? 
Sempre que um relacionamento longo termina, o ego ferido e as lembranças que ficaram parece tomar as redeas d nossa vida. Uma parte nossa, mesmo O ego implorando vingança, querendo maltratar todo e qualquer ser que se enfiar na nossa frente, querendo justiça por todas as horas perdidas, todas as palavras gastas, todo o sentimento que foi desperdiçado, todas as promessas que não foram cumpridas, todos os planos/sonhos que não tiveram tempo de existir de verdade. 
Terminar um relacionamento não é tarefa fácil e desconheço quem não sofra. Só não sofre aquele que já tem alguém para colocar no lugar. Eu disse não sofre? Não sofre agora, claro! Se o relacionamento terminou sem traições, os dois irão sofrer, isso é fato. E aí começamos a nos perguntar: Até quando? Será que vai passar? Quanto tempo? Quero minha vida de volta! A sensação é esta mesmo: sem chão, sem referências. Queremos de volta,
Aí entra o Sr. Tempo, aquele que tudo sabe mas nada diz! E só o tempo mesmo para curar todas as dores que restaram daquele amor tão lindo, só o tempo para colocar novos sonhos/planos no lugar daqueles compartilhados a dois antigamente, só o tempo para fazer o sentimento acabar, e o mesmo tempo que nos tira todos esses sentimentos ruins, é o que nos traz pessoas novas para a nossa nova vida...
Não existe receita para parar de doer, eu sempre indico música alegre, de preferência bem alta, bons amigos para rir bastante, alguns amigos fiéis escudeiros para dar o colo quando precisamos chorar e TEMPO para deixar a lembrança se apagar e limpar o coração. Quando tudo isso tiver acontecido, aí sim você vai poder se apaixonar por outra pessoa, mas fica a dica aí: escolha certo dessa vez, por que os fins, SEMPRE justificam os inícios e meios... Mas enquanto isso não acontece, permita-se experimentar tudo aquilo que deixa você FELIZ! Aprenda a se divertir sozinho novamente, descubra o que você gosta, o que você não gosta e o que você quer, principalmente... Fé em Deus e pé na tábua....

Beijos pessoas, boa semana...
P.S - O texto não faz referência nenhuma à minha vida... EU CONTINUO AMANDO LOUCAMENTE E BEM FACEIRA...

Comentários